"Dedicado à promoção e treino canino da raça Rottweiler e demais raças de cães ."

Cláudio Nogueira

Conceitos de treino

Princípios básicos.

Princípios básicos...

O treino canino é uma arte que tem por base um conjunto de técnicas que ao longo dos anos tem evoluído. Esta evolução, baseada na experiencia e no conhecimento cientifico, felizmente, tem sido benéfica para os cães. Não só pelos melhores resultados de treino obtidos mas também pelas metodologias aplicadas que cada vez mais são mais aprazíveis para o cão.

Interação com cachorro 

Os cães, mesmo quando pertencentes a uma mesma raça, não são iguais. Não será por isso errado dizer que não existem dois cães iguais. Assim, o treino deverá ser ajustado em função do exemplar e dos objetivos pretendidos. Sem dúvida alguma, apenas um treinador experiente, saberá perceber e ajustar o treino às especificidades do cão a ser treinado.

No treino, apesar de cada cão ser um cão diferente, existem conceitos básicos que podem e devem ser aplicados de forma transversal numa sessão de treino.

Desfrutar - Quando estamos perante um novo cão de companhia ou de desporto, inconscientemente, traçamos objetivos prematuros. No caso do cão de companhia, queremos um “cidadão” exemplar, enquanto para o cão de desporto sonhamos com um aclamado “Top Gun”. Alto! Desde o primeiro momento da chegada a casa até ao ultimo momento entre nós, devemos desfrutar de forma realista o nosso cão. O relacionamento entre ambos deve ser divertido e de cumplicidade. Tudo o que vier por acréscimo será sempre uma vitória. Os treinos devem ser curtos, objetivos, carregados de motivação e prazer. Apenas assim, os resultados efetivos irão aparecer.

Qualidade de treino - Antes de se iniciar uma sessão de treino é fundamental proceder ao seu planeamento. Saber de forma clara o que se vai trabalhar no cão. O improviso, principalmente para os menos experientes, é totalmente desaconselhado. A mensagem a passar ao cão, não passará. Objetividade, Calma, Paciência e Resistência à frustração são qualidades que um treinador canino deve aprimorar. Estas qualidades são fundamentais para gerir uma sessão de treino que nem sempre corre como o esperado. Não deve haver relutância em interromper um treino sempre que não estejamos nos “melhores dias”. Diria mesmo, não devemos sequer começar a treinar. O mesmo se aplica em relação ao cão que tal e qual como nós, pode não estar bem. O cão não é uma máquina ou tão pouco nosso escravo. Apenas poderemos garantir a qualidade de treino se os intervenientes estiverem esclarecidos dos seus objetivos e estiverem totalmente envolvidos na sessão de treino.

Reforço positivo - Apesar das correntes fundamentalistas em redor do treino assente em Reforço positivo que acabam por "iludir" e “confundir” os treinadores e detentores de cães, sem duvida alguma, esta metodologia deve ser o alicerce e base de qualquer treino. O respeito pelos animais, com especial destaque para a sua integridade física e mental, deve estar sempre presente. Um cão deve sempre ser recompensado quando adota os comportamentos que desejamos. Quando assim acontece, o cão não terá qualquer relutância em repetir esses mesmos comportamentos. Irá fazê-lo com grande motivação e rapidez. Esta metodologia deve ser gerida de forma correta para não condicionar o cão a obedecer apenas e só na presença de uma recompensa. Esta ultima realidade é muito comum, o que leva os menos esclarecidos a criticar este tipo de metodologia.

Disciplina - A disciplina e o rigor são qualidades que um treinador deve garantir ao longo de cada sessão de treino e ao longo da vida de um cão. Mostrar de forma clara ao cão o que é uma sessão de treino e aquilo que dele se espera é fundamental para o caminho do sucesso. Quando assim não acontece, estaremos perante comportamentos e resultados intermitentes.

Consistência - Apenas um trabalho continuado e consistente, trará resultados práticos efetivos. Será um erro pensar que se pode calendarizar ( no verdadeiro sentido da palavra ) as metas a atingir. Igualmente, será um erro concluir que um cão por executar meia dúzia de vezes um exercício, já o aprendeu em definitivo. A consistência das metodologias de treino adotadas e a longevidade da sua aplicação, serão responsáveis pelo sucesso futuro.

Cláudio Nogueira
Amigo do Rottweiler ...e não só!